Blog IC

Viajando ao Canadá: dicas de alfândega e isenções de impostos

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Viajar para o exterior é um momento de grande euforia, mas também de muito estresse, principalmente se for a sua primeira vez realizando uma viagem com um destino para fora do Brasil.


O estresse pré-viagem é algo que não podemos evitar que aconteça, principalmente se for um intercâmbio de alguns meses, o que significa ficar longe dos pais por um largo tempo. Pensando nisso, recolhemos dicas e preparamos uma lista com as melhores dicas para passar mais tranquilamente pela alfândega canadense e como lidar com a famosa isenção de impostos.

 

Preenchendo o Cartão de Declaração de Bens de Viajantes

Todos os passageiros têm uma cota de US$ 500,00 para levar em compras de um país para o outro, e é obrigatório que preencham o Cartão de Declaração de Bens de Viajantes Eletrônico, que está disponível no aplicativo da Receita Federal. Nele, você declarará a quantia excedida da cota disponível e, ao desembarcar, deverá encaminhar-se para a fila de bens a declarar para efetuar o pagamento de 50% em cima do valor excedido.

Dicas: Declarar os seus bens espontaneamente não significa que não irão fiscalizar toda a sua bagagem. Se você não tiver como imprimir ou levar em um aparelho eletrônico o cartão de declaração, eles podem fornecer a versão impressa.


O que declarar

A sua declaração do imposto de rendas, somente o dinheiro que você possui em conta ou que está sendo utilizado para investimentos. Evite colocar declaração de imóveis ou automóveis, eles não comprovam uma fonte de recursos financeiros.

Se você for estudante e seus pais estejam lhe ajudando a pagar a sua viagem ou a estadia no país, inclua também a declaração financeira deles e a sua, coloque-os como financiadores da sua viagem.


Na imigração canadense

Tenha em mãos o seu passaporte, o visto, a carta de aceitação, o endereço de onde irá ficar e tudo que você achar que possa transmitir confiança para eles. Irão lhe fazer uma série perguntas básicas direcionadas para entender o motivo da sua viagem, responda com calma. Além disso, se não souber nenhum dos idiomas nativos de lá – inglês e francês –, não se preocupe, eles podem disponibilizar alguém que domine o seu idioma para lhe ajudar a comunicar-se.

Dica: Se não se garantir no idioma deles, leve uma carta escrita em inglês contanto o motivo da sua viagem e suas boas intenções, peça ajuda para algum amigo ou parente que domine o outro idioma.


Comidas

Evite produtos artesanais ou não-industrializados, sempre tenha em mãos a tabela nutricional e os mantenha nas embalagens originais, ou seja, o alimento precisa ser confiável.

Os remédios, vitaminas e suplementos entram se estão de acordo com a vigilância sanitária do país, procure se informar sobre como entrar com esses produtos no site da ANVISA.


Seja coerente

Eles irão aceitar como objetos de uso pessoal aqueles que estiverem previamente usados e sem etiquetas. Trate de não exagerar na quantidade de roupas iguais que você irá levar para presentear a parentada e os amigos. Evite levar produtos que fogem muito do seu tamanho de roupa ou calçado.


Free Shop

Você tem uma cota extra de US$500 para compras nos free shops, mas lembre-se que essa cota só é válida quando a compra é efetuada no desembarque do lugar que você tem como destino final. Ou seja, se comprar US$250 no free shop brasileiro e US$250 no free shop canadense, na hora de desembarcar no Canadá, o valor da sua compra de US$250 efetuada no Brasil irá entrar para a cota de US$500 gerais e não na do free shop.  

Lembre-se que a receita federal está em busca de encontrar pessoas que pretendem realizar o comércio com valores mais baixos contra empresas que declara impostos. Agora eles utilizam os meios online de investigar a vida do passageiro, então tenha cuidado com o que você posta nas suas redes sociais antes da sua viagem.


Torça pra ser atendido por pessoas empáticas e educadas durante toda a viagem, assim evita o estresse e o nervosismo.

 

 

Curso de inglês em Toronto

 

Curso de inglês e francês em Montreal

 

Curso de inglês em Toronto

 

Curso de inglês em Toronto

 

Curso de inglês em Toronto

 

Curso de inglês e francês em Montreal

 

Curso de inglês em Toronto

 

Curso de inglês em Toronto

 

Curso de inglês em Toronto

 

Curso de inglês e francês em Montreal

Em qual cidade no Canadá você gostaria de estudar inglês?